Instituto Vida apoia Campanha Outubro Rosa

23/10/2014 08h23

  • Compartilhe
Instituto Vida apoia Campanha Outubro Rosa

O Instituto Vida de Assistência à Saúde, por intermédio do Hospital e Maternidade Oase, apoia a Campanha Outubro Rosa na cidade, colorindo o Pronto Socorro e oportunizando a realização de palestra de conscientização, através das voluntárias da Rede Feminina de Combate ao Câncer.

 

Na terça-feira, dia 21 de outubro, as voluntárias da Rede estiveram no Hospital realizando a palestra sobre prevenção de câncer de mama para os profissionais da entidade de Saúde. Participaram do evento, profissionais dos diversos setores do Hospital, desde cozinha, lavanderia, administração, nutrição, enfermagem, entre outros.

 

Uma das preocupações da administração é que muitas vezes os profissionais estão tão envolvidos com o trabalho e a família que se esquecem de se cuidar. “A mulher, quando mãe de família, sempre coloca outras situações como prioridades, começando pelos filhos, marido, casa, emprego e deixa a sua saúde para depois, mas precisamos estar atentos pois hoje o câncer de mama não escolhe idade, temos uma paciente com 32 anos que teve câncer e que atualmente está fazendo parte do grupo de mastectomizadas da Rede”, ressalta a presidente da Rede Feminina, Elenita Lenzi da Silva.

 

Segundo ela, esta foi a primeira vez que a Rede Feminina de Combate ao Câncer está desenvolvendo um trabalho de parceira, em relação ao movimento Outubro Rosa. “No ano passado começamos timidamente com a colocação de laços coloridos e neste ano além de auxiliar na decoração do Pronto Socorro com o empréstimo de um laço rosa que foi acolhido com balões coloridos, organizados pelos profissionais do Hospital também tivemos o convite de estar ministrando uma palestra de conscientização”, relata Elenita.


A presidente da Rede informou aos participantes da palestra, que de acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o câncer de mama é o que mais atinge as mulheres no Brasil. São mais de 57 mil novos casos estimados em 2014, considera-se que a idade ainda é um dos principais fatores de risco: quatro em cada cinco pacientes têm mais de 50 anos. O diagnóstico precoce da doença é o primeiro e mais importante passo para a cura.

 

Durante a palestra que foi coordenada pela voluntaria da Rede Feminina, Marli Hass, foram repassadas diversas informações que reforçam o conhecimento dos participantes, começando pela importância de realizar todos os meses o autoexame, quando dúvida procurar o médico para fazer o exame clínico e após os 40 anos fazer os exames de mamografias, também foi ressaltado sobre os cuidados com a alimentação e com o stress, entre outros.

 

A gestora do Hospital e Maternidade Oase, Grasielen Choseki agradeceu a presença das voluntárias da Rede Feminina e também aos participantes da palestras, reforçando a importância da prevenção e também da troca de experiências.

 

OUTUBRO ROSA

O movimento popular internacionalmente conhecido como Outubro Rosa é comemorado em todo o mundo. O nome remete à cor do laço rosa, que simboliza, mundialmente, a luta contra o câncer de mama e estimula a participação da população, empresas e entidades. Este movimento começou nos Estados Unidos, onde vários estados tinham ações isoladas referentes ao câncer de mama e ou mamografia no mês de outubro. Posteriormente, com a aprovação do Congresso Americano, o mês de outubro se tornou o mês nacional (americano) de prevenção do câncer de mama. fonte: http://www.outubrorosa.org.br/historia.htm .

 

 FOTO-INSTITUTO VIDA

Comente


* Campos obrigatórios

© Unifique. Todos os direitos reservados.