Indaial: Vigilância Sanitária Alerta sobre os cuidados com caramujo africano

15/12/2014 10h28

  • Compartilhe
Indaial: Vigilância Sanitária Alerta sobre os cuidados com caramujo africano

Com a chegada do calor começa a aumentar a proliferação do caramujo africano na cidade. O animal é uma praga que precisa ser combatida. Para isso o Departamento de Vigilância Sanitária de Indaial orienta a população para manter a propriedade onde reside limpa, sem mato, lixo ou restos de materiais de construção, pois o caramujo busca justamente terrenos baldios, entulho e jardins para se reproduzir.

 

A Vigilância Sanitária lembra que o combate ao caramujo africano é imprescindível, pois o animal transmite um verme capaz de provocar a Angiostrongilíase abdominal que provoca sintomas parecidos com apendicite e a Angiostrongilíase meningoencefálica humana que provoca sintomas parecidos com a meningite. Além de provocar doenças o animal também ataca plantações e árvores e desequilibra o meio ambiente, pois no Brasil não há predadores naturais para ele.

 

Por isso, quando um munícipe encontrar caramujos africanos em seu terreno deve entrar em contato com a Vigilância Sanitária, que disponibilizará tambores para o armazenamento desses animais. Vale lembrar que a limpeza deve ser realizada pelo próprio morador que deve recolher o caramujo com luvas ou sacolas plásticas a fim de evitar a contaminação. Ao recolher todos os animais o munícipe deve entrar em contato com a Vigilância Sanitária que dará um destino adequado aos caramujos. Outro fator a ser observado é que não se deve jogar veneno sobre os animais, ingerir, encostar no caramujo, colocar fogo sobre eles ou destinar para a coleta de lixo comum, pois é a Vigilância Sanitária que possui condições adequadas de dar um destino correto aos animais. Mais informações no número 3317-2103.

Comente


* Campos obrigatórios

© Unifique. Todos os direitos reservados.